30.9.13

Desafio superado!


Esta encomenda foi feita no início de setembro, no entanto, o tempo foi passando e a inspiração não vinha, mas as insónias como servem para alguma coisa, está aqui o resultado do que foi pedido - 4 rolos de porta, ou seja aqueles rolos que servem para proteger o frio!
Um para o quarto, outro para a cozinha e os restante para a sala,  sendo que um deles era com dimensões muito grandes e resolvi dividir em dois!




uma boneca de cor "escurinha" a fazer a espargata






Um gato para fazer companhia na cozinha










26.9.13

Saco para bebé


Mais um saco para a mãe da Francisca guardar a roupa dela!








Encomenda


Estou a tentar regressar tranquilamente e com alguma serenidade, sendo que nos últimos tempos, a azafama tem sido muita!
Mas tenho que confessar que ao fim de alguns anos estou a aprender a contar até 100 e a respirar fundo para que não me dê um ataque de coração ou outra situação mais complicada, já dizia a minha avó paterna que, – esta vida são dois dias e um já vai na conta!
Confesso também o quanto estes trabalhos que faço me dão tanto prazer (já não é novidade para muitas leitoras deste blogue) e que, cada vez mais quero que esta terapia me ajude a continuar a estar bem com a vida e acima de tudo ter alguma estabilidade emocional.

Este saco é para uma amiga guardar a roupa interior suja, para quando viaja em trabalho um a dois dias.

Feito com tecidos de algodão e forrado com tecido cambraia que neste caso também é de aldogão.







16.9.13

Lancheira ou ....


Não, não estou maluca! Sei bem que o verão não tarda em acabar! Mas as lancheiras são para todo o ano, não são? Será que vocês não concordam comigo?
Por isso é que fiz esta com este tecido, não é plastificado, é um tecido sintético e resistente.
Também sei o que vou vai na mente, mas porquê este padrão? Perguntam vocês!
Ora, fiz este padrão, (que é um mimo!) porque este saco, apesar de ser plastificado (por dentro) e térmico, tanto pode servir como lancheira, como apenas um saco para uma qualquer mãe usar para transportar os “haveres” da sua “cria”
Por isso está disponível para uma destas alternativas.

INDISPONÍVEL





Lancheira de ganga


E para compensar o erro anterior resolvi fazer esta pequena lancheira com os restos das calças de ganga, claro termica e plastificada por dentro.
Espero que a pessoa goste da surpresa.





Puf de ganga


Há muito que prometi fazer um puf com os restos das calças (velhas) de ganga, a quem me deu alguns pares!
Na altura cortei pelos meus moldes o puf, no entanto, o tempo foi passando e a falta de imaginação para a decoração do mesmo não ajudava.
Por isso agora resolvi deitar mãos a obra e terminá-lo, mas a coisa não correu muito bem, pois ficou mais pequeno do que devia.

Para a próxima vou ter bem em atenção para que isso não volte acontecer!
Mas este o trabalho da decoração do mesmo ficou lindo!









5.9.13

Almofadas e puf


Já estava farta das minhas almofodas que decoravam o meu sofá. Assim para combinar com o puf quadrado que tenho com este padrão resolvi fazer duas almofadas!
São muito confortáveis, não só pelo tecido mas pelo enchimento que usei!


Para mim!

Como não foi possível ficar com o último saco que fiz, e por gostar tanto dele, resolvi pegar no que restou das calças (ganga) que cortei e fiz uns calções, e fazer este saco para mim. Antes de estruturar o saco pespontei o tecido com vários pespontos e várias cores,(aproveitando alguns pespostos originais), como podem verificar pelas imagens, dá muito trabalho, mas fica muito original. O forro é bastante colorido, é um tecido dos anos 70!